Diocese de Itaguaí ganha dois novos diáconos.
07/08/2017 11:45 em Diocese

No último sábado, 5 de Agosto, na Catedral Diocesana de Itaguaí  o Bispo Dom José Ubiratan Lopes, ordenou Kléber Gomes Pereira e Bruno de Marins Santiago ao diaconato permanete e transitório respectivamente. O Diaconato é o 1° grau da ordem, seguido pelo presbiterato e o Episcopado. 

É nos Atos dos Apóstolos que São Lucas nos narra os motivos da instituição do ministério dos diáconos. Na passagem de At 6,1-7, nos conta que os doze apóstolos escolheram sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria para se dedicarem a administração e ao serviço da caridade enquanto eles se dedicariam a oração e a pregação da Palavra. Apesar de não figurar a palavra “diácono” neste relato, aparece o nome dos sete primeiros (Estêvão, Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas e Nicolau) e, mais tarde, o texto os apresenta pregando a Palavra e batizando (At 6,8-14; 8,5-13). Deve se notar, ainda, a imposição das mãos, acompanhada da oração, realizada pelos Apóstolos sobre os sete escolhidos para o serviço (At 6,6).

O Concílio Vaticano II, na Lumen Gentium nº 29, coloca para a Igreja a recuperação do diaconato permanente. Neste ficarão os homens que se sentem chamados a desempenhar a função de serviço proposta ao ministério diaconal. Podem ser admitidos homens casados e solteiros – sendo que estes últimos viverão o celibato. Cresce cada vez mais a consciência 

 

da Igreja sobre a Ordem dos diáconos e de suas funções na edificação do Corpo de Cristo.

Os diáconos transitórios são aqueles que recebem o primeiro grau da ordem em função de receberem o segundo: o presbiterado. Neste caso, apenas os homens solteiros e dispostos a viverem o celibato podem ser aceitos. Possuem a mesma dignidade e funções dos diáconos permanentes, mas se preparam para exercer uma futura função sacerdotal

A ordenação deste sábado na Catedral Diocesana, contou com a presença do Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Roque e foi presidida pelo Bispo da Diocese de Itaguaí, Dom José Ubiratan Lopes. Além destes, diversos padre, diáconos, religiosos e leigos testemunharam uma emocionante celebração, onde os ordenados emocionaram a todos com suas palavras de agradecimento.

Da Redação com Aux. da Arq. do Rio de Janeiro

Foto: Pascom Catedral

 
COMENTÁRIOS